>

quinta-feira, fevereiro 14, 2013

6. Luisa



O Vazio pode deixar de o ser se deixarmos entrar a onda. 

 Luisa

10 Comments:

Blogger M. said...

Sim Luisa, "o vazio pode deixar de o ser" sempre que formos capazes de o preencher. Muito belo o modo como o sentes.

14/2/13  
Blogger jawaa said...


Ele está aí porque as ondas entraram uma e outra vez.

14/2/13  
Blogger Justine said...

Toda a razão, Luísa! É preciso deixar entrar a onda...

14/2/13  
Blogger bettips said...

Tão bonito Luisa! O texto e o contexto em que o dizes, negando o vazio neste mar de rochas.

14/2/13  
Blogger agrades said...

O vazio do abismo, da imensidão, do deslumbramento do mar.Arrepiante!

14/2/13  
Anonymous Anónimo said...

É uma boa fotografia, mas num lugar onde é difícil falar-se de
vazio pelo movimento das ondas. É a paisagem que parece vazia em
confronto com o nosso quotidiano.

Rocha de Sosa

17/2/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Abrir o peito à entrada das ondas. Quem dera sempre soubéssemos fazê-lo.

18/2/13  
Blogger Rocha de Sousa said...


Confirmo o comentário que assinei sob o expediente de anónimo

18/2/13  
Anonymous do Zambujal said...

... o vazio por onde entra a onda...
Gostei,

19/2/13  
Blogger Benó said...

O vazio do recuo da onda deixa a descoberto os mexilhões,os percebes ou as lapas. É um bom vazio e uma bela fotografia.

19/2/13  

Enviar um comentário

<< Home