>

quinta-feira, janeiro 31, 2013

11. Rocha/Desenhamento

7 Comments:

Blogger M. said...

A lembrar-me as estradas da minha infância, tão bonitas elas eram apesar da lentidão dos percursos. Uma fotografia muito bela que tem exactamente esse ambiente de realidade e de filme. Francês, talvez. Os filmes franceses têm estes tons. E também têm lentidão, alguma lentidão da vida.

31/1/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Caminhos bucólicos e difíceis para os rodados. As cores uma beleza à la Gainsborough.

31/1/13  
Blogger agrades said...

Uma via estreita e solitária que deve levar a um sítio bonito.

31/1/13  
Blogger bettips said...

Realmente... não fôra a matrícula, poderia ser uma cena de filme de Godard ou Truffaut, onde os amantes - sempre na dialéctica do amor - discutem se continuam... juntos e naquele caminho.
Muito bonita, pincelada a azul.

1/2/13  
Blogger Justine said...

E aí se vai, à descoberta, que é o mesmo que dizer viajar...

2/2/13  
Blogger Benó said...

Creio que um passeio de burro seria melhor do que no automóvel. O ribeiro ao lado convida a paragens frequentes.

3/2/13  
Blogger Luisa said...

Põe-se o problema de onde virar para voltar à auto-estrada. Mas valeu a pena esta fuga à zona de conforto.

3/2/13  

Enviar um comentário

<< Home