>

quinta-feira, janeiro 24, 2013

5. Licínia

QUE FAREI QUANDO TUDO ARDE – o título do livro de António Lobo Antunes (que não li). Foi o que me ocorreu de imediato ao olhar a foto da ~Pi. Porquê? Sei lá eu das associações que se fazem dentro da nossa cabeça, num sítio qualquer da rede de neurónios que a percorrem. Podia ter dito da aproximação de um OVNI, ou de um campo relvado que amanhece, ou de um sonho atribulado próximo do despertar. Mas não. Continuo a pensar QUE FAREI QUANDO TUDO ARDE e a curiosidade pelo livro ganha força.
Licínia

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Tenho vindo a seguir as reacções à
foto e quase todas revelam estra.
nheza, algo de misterioso, o tempo
de tudo se esconder, talvez na hi-
pótese de qualquer OVNI surgir.

Rocha de Sousa

24/1/13  
Blogger bettips said...

Que fazer, L.? Manter a calma, pegar na mangueira, recolher os amigos, os papéis, os animais, salvar a MEMÓRIA?
Tem sido o exercício de Lobo Antunes, à sua maneira. Ultimamente, cansa-me: penso sempre que pessoas desta craveira, muito poderiam fazer FALANDO sobre outros e não só sobre si próprios.

24/1/13  
Blogger Luisa said...

Pois eu não vejo nesta foto nada mais do que o abandono total dum lugar onde se suponha chegar gente.

25/1/13  
Blogger Justine said...

E a minha curiosidade tanbém ficou desperta - porquê a associação? Vamos lá tentar ler o livro:)))))

27/1/13  

Enviar um comentário

<< Home