>

quinta-feira, janeiro 10, 2013

7. Luisa



Os muros que ergueram para nos separar serão em breve ruinas. Esperemos então.

Luisa

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Sem dúvida. Esperemos então e que as ruinas nos abram uma paisagem
fruível.

Rocha de Sousa

10/1/13  
Blogger M. said...

Muito bela, ainda que "desolada", esta fotografia, a simbolizar o abandono que tantas vezes sentimos quando, no caminho que pisamos e desejamos largo, encontramos o sufoco do imprevisto que nos tapa a amplitude do olhar.

10/1/13  
Blogger agrades said...

Velhos muros abandonados...

10/1/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Belíssima foto. Uma metáfora do FIM, como destino de muros e de gentes.

11/1/13  
Blogger Justine said...

Esperemos então, com a resistência de um muro:)))

13/1/13  
Anonymous do Zambujal said...

As ruinas juntarão o que os muros separaram?

13/1/13  
Blogger mena maya said...

quantas histórias não terá para contar?

14/1/13  
Blogger Benó said...

Um muro com muitas histórias para contar dado o seu aspeto de bastante idade.

14/1/13  
Blogger bettips said...

Todo o muro está vestido, uma sugestão de escada, um capricho de fetos, uma cabeleira de líquenes. Um caminho. O muro pode ser apenas um indicador de caminho num um dia de sol.
Assim o vi: que não separe, que proteja!

15/1/13  

Enviar um comentário

<< Home