>

quinta-feira, janeiro 10, 2013

14. Zé-Viajante



Os muros que nos dividem. Os muros que nos protegem. Os muros que tentamos, a muito custo, ultrapassar. Os muros que servem de palete, para pinturas coerentes ou nem tanto. Os muros onde anunciamos o nosso Amor. Ou desgosto, descontentamento e também ira. Os muros onde se anunciam os eventos, os lugares. Os muros que nos rodeiam, podem ser bonitos. Ou não!
 
Zé-Viajante

13 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É assim. Os muros dividem e protegem. Mas o que vale é que atrás de alguns há jardins de
pintura.

Rocha de Sousa

10/1/13  
Blogger M. said...

Interessante esta ligação com a Arte. A beleza do mundo e a beleza no mundo podem ser meios para derrubar os muros da fealdade humana.

10/1/13  
Blogger agrades said...

Um velho muro transformado em jardim e local para avisos...

10/1/13  
Blogger agrades said...

Um velho muro transformado em jardim e em local de informação...

10/1/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Quase metafórico. A Arte abre janelas nos muros.

11/1/13  
Anonymous Anónimo said...

Este é dos bonitos, sem dúvida

Teresa Silva

11/1/13  
Anonymous Anónimo said...

Este é dos bonitos, sem dúvida

Teresa Silva

11/1/13  
Blogger Luisa said...

Que bom transformar um muro num Museu!

12/1/13  
Blogger Justine said...

O muro que mostras é muito criativo:)))

13/1/13  
Anonymous do Zambujal said...

Depende, não é?

13/1/13  
Blogger mena maya said...

Bela prespectiva,Zé!

Muito original este teu muro de risco ao lado e máscara nos olhos.

14/1/13  
Blogger Benó said...

Um muro informativo que se transpõe facilmente.

14/1/13  
Blogger bettips said...

Lembrei Monet e os seus jardins, os seus nenúfares. Ah... tenho a certeza que gostaria deste muro; e o transpunha, alegremente curiosa! Quem sabe se lá estará um lago verde,
uma ponte pequenina, pintada de vermelho vivo
e peixes.

15/1/13  

Enviar um comentário

<< Home